Você sabia que o vinho faz bem a saúde?

Já conhece os benefícios do vinho?

Não param de surgir novas pesquisas que atestam os benefícios do vinho para a saúde. Os resultados das pesquisas mais recentes são impressionantes e sugerem que o vinho pode promover uma vida útil mais longa, proteger contra certos tipos de câncer, melhorar a saúde mental e ainda fornecer benefícios para o coração.

É importante saber que não é beber uma garrafa de vinho por dia e sim um cálice. (rsrs)

Não sou entendedora de vinhos, não conheço nada a uns anos atrás tive vontade de fazer um curso de sommelier de vinho, mas não rolou.

Achava elegante e chic beber vinho e conhecer mais sobre ele. (rsrs)

Mas o que é e o que faz um sommelier Jéu?

Um sommelier de vinho é uma pessoa altamente especializada em bebidas finas produzidas a partir de uvas, tornando-se uma peça-chave para o bom atendimento de clientes, seja em uma loja de bebidas, restaurantes, hotéis e hospedarias, cassinos, atrações turísticas, entre outros estabelecimentos em que o vinho possa oferecer um destaque para degustação de quem por lá passar e consumi-lo.

Esse profissional pode oferecer seus conhecimentos para aperfeiçoar os estabelecimentos que trabalham com essa bebida possuir sua própria loja desse produto, além de criar cursos de treinamento para as vinícolas ou restaurantes, organizar excursões e feiras sobre vinhos, ou escrever artigos e livros sobre vinhos finos, por exemplo.

Vinho branco ou vinho tinto?

A maioria dos dados incluídos neste texto refere-se ao vinho tinto, isso porque pesquisas mostram que ele contém cerca de 10 vezes mais polifenóis que o vinho branco. Os polifenóis são as substâncias presentes no vinho que trazem benefícios à nossa saúde. Acredita-se que o vinho tinto seja mais rico nestas substâncias porque durante seu processo de produção, a uva é macerada por semanas junto com a pele, ao contrário do vinho branco. É na pele das uvas que estão as maiores concentrações de polifenóis.

No entanto, um estudo publicado pelo Journal of Agricultural & Food Chemistry, concluiu pela primeira vez que o vinho branco pode fornecer as mesmas qualidades cardioprotetoras que o vinho tinto. Outras pesquisas ainda estão sendo realizadas para confirmar estes benefícios do vinho branco.

Apreciamos os benefícios do vinho desde a antiguidade

De acordo com pesquisa feita pela Cornell University, arqueólogos datam o cultivo de uva e a produção de vinho para algum momento entre 6.000 e 4.000 AC, quando apenas aristocratas e membros do clero e da realeza podiam aproveitar da bebida.

No livro The Oxford Companion to Wine, Jancis Robertson escreveu que antigos papiros egípcios de 2200 AC são os documentos mais antigos que mencionam o vinho como um medicamento feito pelo homem.

Hipócrates, considerado como o “pai da medicina ocidental”, promovia o vinho como parte de uma dieta saudável. Ele alegava que o vinho era bom para desinfetar feridas, para aliviar a dor durante o parto, para os sintomas de diarreia e letargia, e ainda para se misturar medicamentos e facilitar a ingestão destes pelos pacientes.

  1. O vinho pode melhorar a saúde do coração

Combinar vinho com uma atividade física é o que faz bem ao coração

  1. O consumo moderado de vinho tinto e suco de uva está ligado a um menor risco de diabetes
  2. Consumir vinho pode prevenir doença de Alzheimer e demência
  3. Vinho pode reduzir sintomas da depressão
  4. Consumir vinho pode retardar o crescimento de células de alguns tumores malignos
  5. Vinho para uma vida mais longa

Quer saber mais detalhes sobre esses benefícios? Clica aquihttps://www.mundoboaforma.com.br/6-beneficios-do-vinho-para-saude-comprovados-cientificamente/

Seco ou suave? Fique atento ao teor de açúcar no vinho

O açúcar presente no vinho puro é resultado do processo de fermentação da bebida e se trata principalmente dos açúcares da própria uva, frutose e glicose (alguns vinhos são adoçados com açúcar para baratear e tornar mais rápido o processo de produção).

Para entender como alguns vinhos são amargos e outros doces, saiba que quando acontece a vinificação, o fermento consome o açúcar e o transforma em álcool. Um vinho seco é produzido quando o fermento consumiu todos os açúcares e o vinho doce é quando a levedura é contida antes de “comer” todos os açúcares. É também por isso que alguns vinhos doces têm menos álcool que os vinhos secos.

É difícil dizer quanto de açúcar você está consumindo quando toma vinho, já que a maioria dos países não indica o teor de açúcar no rótulo, mas aqui está uma noção básica da quantidade da substância que os diferentes vinhos contêm:

Vinho seco: 4 gramas de açúcar por litro;

Vinho suave: De 4 a 12 gramas de açúcar por litro, ou cerca de 0,5 a 2 gramas por taça;

Vinho doce: Mais de 45 gramas de açúcar por litro, ou cerca de 6 gramas por taça ou mais.

O que significa consumo moderado de vinho

A quantidade de vinho que uma pessoa pode ingerir de uma só vez antes que os benefícios do vinho para a saúde se transformem em perigos depende de muitos fatores, incluindo o tamanho da pessoa, idade, sexo, estado geral de saúde, bem como se a bebida está sendo consumida com alimentos ou não.

O consumo moderado de bebidas alcoólicas, definida como a ingestão de 1 a 2 doses por dia, é sugerido em muitos países.

Uma dose padrão de vinho quer dizer cerca de 150 ml da bebida.

De acordo com o Dietary Guidelines for Americans 2010, um guia nutricional publicado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, “Se for consumir álcool, ele deve ser consumido com moderação – até uma dose por dia para mulheres e duas doses por dia para homens”.

O valor para mulheres é menor porque elas absorvem o álcool mais rapidamente do que os homens por causa de seu menor teor de água no organismo e porque possuem diferentes níveis de enzimas no estômago.

Então, é isso. Espero que gostem.

Fonte: Mundo Boa Forma https://www.mundoboaforma.com.br/6-beneficios-do-vinho-para-saude-comprovados-cientificamente/#5YQXVeFGIWkXSBmU.99

Você pode gostar também

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *