Você sabia? Lavar carne pode trazer riscos à saúde

Oi gentem!!! Hoje é quarta e dia de, Você sabia? E hoje o assunto é alimento, li um post no instagram outro dia e fiquei encucada e fui pesquisar e hoje vim falar sobre isso com vocês.

O hábito de lavar carnes cruas, como a do frango e a do peixe, pode trazer riscos à saúde. É que, durante a lavagem, as bactérias que geralmente vêm nesses alimentos, em vez de irem para o ralo, podem se espalhar ao redor da pia. “A bactéria que está no frango, você vai cozinhar, você vai matar.

img-vocesabia-02

E na pia, não. Ela vai espirrar. Ela pode espirrar no prato que você vai pôr a sua comida, ou espirrar numa salada e isso vai acabar contaminando. Esse que é o problema”, afirma Maria Teresa, microbiologista.

O assunto é sério. Tanto que fez duas universidades dos Estados Unidos lançarem a campanha “não lave seu frango”. Uma pesquisa mostrou que 90% das donas de casa e cozinheiros americanos costumam lavar o frango antes de cozinhá-lo.

No Brasil, fizemos alguns testes.

“Eu trouxe um papel que se chama papel de filtro, que é um papel que absorve muito mais fácil do que papel normal. Eu vou colocar em alguns pontos”, explica a microbiologista.

Depois de lavar o frango: “Espirrou bastante água na salada que estava pronta. Então o que acontece, as bactérias que estavam no frango vão cair na salada, que vai ser consumida crua. Espirrou também na louça que estava do lado. Então a bactéria vai para o prato, vai para a xícara e você vai usar esse prato, porque ele já está lavado”, alerta Maria Teresa.

“O frango tem duas bactérias que são as principais: salmonela e campilobacter. Eles podem causar diarreia e o campilobacter é um pouco mais sério, porque além da diarreia, ela pode desenvolver uma doença auto-imune”, explica a microbiologista.

E será que lavar o frango ou o peixe reduz o número de bactérias? Fizemos outro teste. Colhemos amostras antes e depois da lavagem e mandamos para um laboratório.

“Tanto no frango, antes de lavar, após a lavagem e na água, a contaminação microbiana é alta. Lavar o frango não elimina a contaminação. O que precisa é fazer o tratamento térmico adequado, ou seja, cozinhando”, explica o microbiologista Laércio Goulart.

Se ainda assim, você não abre mão de lavar esses alimentos, preste este atenção nessa dica: “Sempre que tiver mexendo com qualquer produto cru, seja salada, carne de bovino, frango, peixe, tira tudo que está pronto para comer, louça limpa de perto. Limpa tudo diretinho. Não precisa nem ser cloro, você pode lavar com água quente, jogar água quente em cima”, orienta a especialista.

Matéria do G1 aqui.

Eu lavo gente, não consigo cortar e já temperar, ainda mais o frango, acho tão nojento. (rsrs)

E agora? Você sabia disso?

Você pode gostar também

9 comments

  1. Eu hein? Que horror rsrs
    Como não lavar quando as carnes são manuseadas por sei lá quem?
    O máximo que dá pra fazer é ter um cuidado maior na hora de lavar …
    Gostei de saber disso, vou ter mais cuidado, mas não vou deixar de lavar não …
    Bjs (•‿•)

  2. Eu sabia dessa informação, e também sei o quanto é importante lavar bem as mãos depois de temperar carnes, uma das doenças que pode ser causada caso não lavem as mãos é a toxoplasmose que pode gerar muitos riscos a saúde. Parabéns pelo post. Bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *