5 motivos para consumir vinhos nacionais

Oi gentem! Vocês consomem vinho? Já trouxe aqui no Blog alguns benefícios do consumo moderado do vinho, já leram?

Recebi essa pauta sobre os motivos para consumir vinhos nacionais e resolvi compartilhar com vocês. De repente temos leitores que apreciam um bom vinho.

O vinho marcou uma forte presença na casa dos brasileiros em 2020. Segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul (ABS-RS), o setor teve um crescimento de 66,4% em comparação ao primeiro trimestre de 2019. Já nos meses de abril a junho, o aumento foi de 86,4%, com foco em produtos brasileiros. Diante desse contexto, a equipe da Vinho 22, título da holding de bebidas brasileiras Ohca, lista os principais motivos para dar uma chance às produções nacionais. Para mais detalhes, segue o release abaixo. A pauta funciona?

Economia, diversidade e qualidade estão entre os atributos da produção brasileira

São Paulo, fevereiro de 2021 – O vinho marcou uma forte presença na casa dos brasileiros em 2020. Segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul (ABS-RS), o setor teve um crescimento de 66,4% em comparação ao primeiro trimestre de 2019. Já nos meses de abril a junho, o aumento foi de 86,4%, com foco em produtos brasileiros. Diante desse contexto, a equipe da Vinho 22, título da holding de bebidas brasileiras Ohca, lista os principais motivos para dar uma chance às produções nacionais. Confira abaixo:

Economia

Uma grande vantagem dos produtos brasileiros é a excelente relação custo-benefício. Se comparado com vinhos do exterior, um produto nacional de qualidade similar terá um investimento menor porque o valor das bebidas importadas depende do dólar, que costuma valer mais que o real.

Qualidade de Vida

Os vinhos tintos brasileiros normalmente são produzidos com uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, que se destacam por ter um alto percentual do antioxidante resveratrol, o que contribui para a qualidade de vida de quem as consome. Afinal, essa substância natural atua na proteção dos vasos sanguíneos, inibição da formação de radicais livres, conservação do sistema imunológico e prevenção do envelhecimento.

Diversidade

O solo no qual as uvas são plantadas é de extrema importância para o sabor dos vinhos, sendo que cada região colabora para um tipo específico de plantação. Como no Brasil temos um amplo território com condições climáticas e geográficas diferenciadas, é possível encontrar uma grande variedade nas produções. Portanto, os consumidores podem provar vinhos de mesa com Cabernet Sauvignon, em São Paulo, ou toques mais intensos estimulados pela Merlot, em Minas Gerais, por exemplo.

Qualidade

Para evitar que um vinho perca a qualidade, o ideal é que a bebida seja armazenada em um local escuro, sem vibrações e mudanças bruscas de temperatura. Esses fatores também são essenciais durante o transporte, ou seja, por ser produzido mais próximo de nós, o vinho passa menos horas em deslocamento.

Incentivo a cadeia

Cada compra realizada é um incentivo à produção nacional. Quando se investe em um vinho brasileiro, mais recursos são direcionados para aprimorar os processos dessa cadeia, além de também estimular a economia local.

Sobre o Vinho 22

O Vinho 22 está sob o guarda-chuva da Ohca. Fundada em 2017, pelos sócios Guilherme Melo, Renato Saghi, Marcelo de Paula e Rodrigo França, a holding de marcas de bebidas nasceu com o propósito de transformar a relação das pessoas com as marcas que consome – lançando marcas de apelo jovem, personalidade forte e para diferentes ocasiões de consumo. Atualmente, seu portfólio contém as marcas Jós, Joselita, Vinho 22 e Vinho 22 Tarsila, com novidades previstas para 2021.

Mais informações: OLIVER PRESS

Você pode gostar também

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *